01.04.2016

Orquestra Sinfônica de Montes Claros de olho em novas oportunidades

Produtora da orquestra tem encontro marcado com secretário de Estado de Cultura

            Fundada em 2001, dentro do Conservatório Estadual de Música Lorenzo Fernândez, a Orquestra Sinfônica de Montes Claros ganha a cada dia mais admiradores, dentro e fora dos limites norte mineiros.  Em 2016, quando o projeto completa 15 anos de existência, novas oportunidades vão surgindo aos talentosos músicos.

            Na semana passada, a produtora da Orquestra e responsável pela gestão do Formigueiro Cultural - produtora de gestão cultural de Montes Claros -, Laisa  Bastos, esteve em Ouro Preto à convite do maestro Rodrigo Toffolo, responsável pela orquestra sinfônica da cidade. Ela participou de uma vivência criativa junto aos integrantes da orquestra de Ouro Preto, durante o evento de lançamento da temporada 2016.

            "Foi uma oportunidade importante para buscarmos novas ações para a Orquestra Sinfônica de Montes Claros. O maestro fez questão de apresentar a Orquestra de Montes Claros aos presentes, incluindo o secretário de Estado de Cultura, Oswaldo Ângelo, que vai nos receber na capital mineira, para tratar de inventivos à projetos de música e cultura, especialmente o que desenvolvemos por aqui, com a orquestra sinfônica", destacou a produtora Laisa Bastos.

            O secretário destacou durante o encontro, a importância da valorização das orquestras e bandas do Norte de Minas. Incentivo a mais para as ações que a orquestra planeja neste ano comemorativo. "Teremos vários concertos durante o ano, bem diversificado, com concertos clássicos, populares, didáticos, beneficentes, etc. Enfrentamos muitas dificuldades durante esse percurso por falta de recursos e valorização pelas instituições públicas e privadas, porém essa situação já está mudando. Será um ano próspero, onde iremos trabalhar com um novo modelo de gestão", afirma Laisa.

            Com desafios que vão desde a manutenção do quadro de músicos, até à gestão e busca de apoio de instituições à Orquestra Sinfônica de Montes Claros, o ano será de trabalho. "Vamos buscar parceiros que acreditam na importância da valorização e apoio à orquestra, pela representatividade artística e cultural que têm em Montes Claros e região", finaliza Laisa Bastos.

Orquestra
            A Orquestra Sinfônica de Montes Claros foi fundada dentro do Conservatório Estadual de Música Lorenzo Fernândez no ano de 2001. Desde o início realiza os ensaios nas instalações do Conservatório, que cedeu alguns instrumentos para que o trabalho começasse. A equipe de músicos fundadores foi constituída de alunos, professores e ex-alunos da escola, bem como músicos de formação não acadêmica.

            Ao longo dos anos, a Orquestra tem se constituído em um meio para a formação de jovens músicos no Norte de Minas, com a promoção de cursos e masterclasses gratuitos com professores vindos de outras orquestras do país.

            A Orquestra Sinfônica de Montes Claros segue sob a direção e regência da maestrina Maria Lúcia Avelar, desde a sua fundação. O projeto vem assumindo o papel de difusor da chamada música clássica na região, através da realização de concertos didáticos, oferecidos gratuitamente a todo o tipo de plateia, que em muitos casos nunca tiveram a oportunidade de assistir a uma apresentação de orquestra sinfônica ao vivo.

   

 
RICARDO GUIMARÃES  
Jornalista - Algo Comunicação Cultural